Português Español Italiano English
Apostilas PDF Grátis
Sitemap Adobe Autodesk Corel Microsoft Open Source Variadas

Apostila Manual o processo de execução de piso de concreto


 









Apostila Manual o processo de execução de piso de concreto

Apostila Manual o processo de execução de piso de concreto BAIXA ESTA APOSTILA GRÁTIS
Apostila em formato PDF para que você possa guardá-lo para o seu leitor de PC, e-book ou impressão.


Vínculo Patrocinado



Nota: A Apostila você está prestes a baixar está compactado formato. Rar, se você não tiver um descompactador de arquivos rar você pode baixar o 7-zip e você pode exibir o Foxit Reader PDF.



Índice Apostila Manual o processo de execução de piso de concreto


O PROCESSO DE EXECUÇÃO DE PISO DE CONCRETO
O piso de concreto é definido a partir da sua utilização final nos seguintes itens
O Cliente
Contratar estudo para saber sua capacidade
Fundação homogêneamente adequada às solicitações propostas ao piso
A sub-base do piso deve ter
As instalações de água, energia elétrica e esgoto
Em solo passível de inundação ou afundamentos
Compactação da base e antes do encerramento do aplainamento
Construído sistema de drenagem
Nos solos resistentes que não necessitam de drenagem
Agulhamento de brita e aplainamento com placa vibratória
Para isolamento e redução de fricção no trabalho
Dilatação, expansão e contração
Nos pisos aderidos sobre piso existente
Construir ponte de aderência com frezamento mecânico do piso
Aplicar adesivo acrílico
Para manter as placas alinhadas
Para distribuição de carga em opção às telas
A armação do perfil do piso de concreto
As FIBRAS DE POLIPROPILENO
A MICROSSILICA pozolânico
LATEX
ADITIVOS químicos
ACELERADORES E PEGA e SUPERPLASTIFICANTE
Argamassa a base de agregados metálicos
O CONCRETO USINADO
Resistência á compressão em 3, 7 e 28 dias (Mpa )
Resistência à tração na flexão (Mpa) em 3, 7, 28 d
Modulo de deformação (Gpa) em 28 dias
Resistência aos impactos em 28 dias (J)
Resistência a abrasão (cm3/cm2)em 8 e 28 dias
Coeficiente de expansão térmica linear
Tamanho dos agregados principais, (britas “0”, “1”, e “2”).
Absorção dágua (%)
Plasticidade prevista na descarga em SLUMP, isto é abatimento em cone-teste de 30 centímetros
Métodos de lançamentos: convencional (manual), bombeável com bombas de brita “1” ou de brita “0”.
Outras especificações
O concreto usinado devera ter programação
A aplicação do concreto deve ter os recursos necessários a obra
Equipamentos adequados
Pessoal em qualidade e quantidade necessária
Adensamento e vibração adequada ás ferragens, formas e planicidade da obra
As formas do concreto
Prever o tempo, seqüência, processo e qualidade da desforma do concreto
Antes do lançamento do concreto
O lançamento do concreto
A distribuição e o espalhamento do concreto
O Sarrafeamento
O RODO DE CORTE
LOAT MANUAL
FLOAT MECÃNICO
Após a flotagem manual
Alta resistência á base de agregados minerais
Alta resistência á base de agregados metálicos
Argamassa de Alta-ultra-resistência á base de agregados metálicos
Agregado de alta resistência de colorações heterogêneas
Durante a pega e endurecimento do concreto
Vassourado grosso
Vassourado fino
Textura tipo espuma grossa
Textura tipo espuma fina
Acabamento polido médio
Acabamento polido fino
As bordas do piso
Os rodapés
As paredes
Após o acabamento e recebimento do piso
Cura por manta de cura úmida
Cura por película pulverizada
Cura por selante antipó
Cura por aspersão de água
O Corte para juntas de dilatação devera ser feito
As juntas de dilação
Juntas de PVC
Juntas de LATÃO
Juntas de ALUMINIO
Juntas de EPOXI
Juntas de POLIUERETANO
Juntas EXPANSIVAS de outros materiais
Após acabamento e cura e ou preenchimentos de juntas
Após acabamento final
Após acabamento e cura e ou preenchimento de juntas
O piso de concreto
Durante a concretagem e acabamento úmido
O Cliente-Obra
Cimento p/calda do inicio de bombeamento
Estrutura para linha de bombeamento
Água para equipamentos e cura
Energia elétrica
Iluminação adequada
Estacionamento de veículos da obra
Sinalização de transito
Local para pessoal da obra
Proteção e local para equipamentos
Local para limpeza de equipamentos
Local para resíduos de concretagem
Outros materiais e serviços acessórios não contratados
MANUAIS DE EXECUÇÃO DE PISOS DE CONCRETO
ABCP – Associação Brasileira de Cimento Portland
ABESC – Assoc. Brasileira de Empresas de Concretagens
IBTS - Instituto Brasileiro de Telas Soldadas
IBRACON – Instituto Brasileiro do Concreto
CONGRESSOS, SEMINÁRIOS & CURSOS.
MBT – Master Builders Technologies
ACI - American Concrete Institute
CONCRESERV Concreto & Serviços
GERDAU
BELGO MINEIRA
NOVOCON
CONCREPAV
CONCRETEX
CONCREMIX
ENGEMIX
PERFIL DA ESTRUTURA DO PISO
CORTE MODELO DE PISO DE CONCRETO ARMADO

Baixar




Baixe o descompactador 7-zip
Baixe o Foxit Reader baixo para ler os apostila.






ApostilasPDF © 2009 - Licença Creative Commons